MP’s de Temer provocarão desmatamento e exploração de garimpo

MP’s de Temer provocarão desmatamento e exploração de garimpo

Tagline

PSOL votou contra as propostas que reduzem áreas de unidades de conservação e beneficiam latifundiários e grileiros.

Leia mais...
Contra as reformas, centrais sindicais convocam Ocupa Brasília para 24 de maio

Contra as reformas, centrais sindicais convocam Ocupa Brasília para 24 de maio

Tagline

O objetivo é encher as ruas do centro da capital federal para dizer que a população não aceita as ameaças…

Leia mais...
PSOL vota não, mas reforma da Previdência é aprovada na Comissão Especial

PSOL vota não, mas reforma da Previdência é aprovada na Comissão Especial

Tagline

Agentes penitenciários ocuparam plenário e impediram a conclusão da votação. PSOL apresentou proposta de referendo popular.

Leia mais...
Comissão aprova MP da regularização fundiária, que anistia grilagem e enfraquece reforma agrária

Comissão aprova MP da regularização fundiária, que anistia grilagem e enfraquece reforma agrária

Tagline

Para o PSOL proposta é inconstitucional e aprofunda a desigualdade e os conflitos urbanos e rurais.

Leia mais...
Os direitos dos trabalhadores jogados na lata do lixo

Os direitos dos trabalhadores jogados na lata do lixo

Tagline

PSOL votou contra a Reforma Trabalhista que marca a perda histórica dos direitos trabalhistas dos brasileiros sob farsa de uma…

Leia mais...

Emenda 29: PSOL critica proposta aprovada - “é o descompromisso com a saúde pública”

A Câmara do Deputados aprovou a subemenda do Deputado Guilherme Menezes para o Projeto de Lei Complementar 1/03, que regulamenta a Emenda Constitucional 29 quanto à aplicação de recursos mínimos em saúde. O PSOL votou ontra por defender o repasse de 10% da arrecadação da União para o setor da saúde, conforme relatório da Comissão de Seguridade Social.

    Segundo o líder do PSOL, deputado Chico Alencar o govero mais uma vez, rendeu-se à concepção do ajuste fiscal e à continuidade do tipo de política exercida no governo anterior, do PSDB. Para o deputado a aprovação do texto, baseado em proposta do governo federal, reflete contra tudo o que o PT defedeu, afirmou e proclamou. "Isto prova o descumprimento da paalvra e o descompromisso com a saúe pública", avaliou.

   Chico Alencar criticou a subemenda por atrelar o investimento na saúde ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e à manutenção da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), matéria que está em tramitação no Senado e que o PSOL votou contra em sessão na Câmara. “Os deputados, mais uma vez, se acocoraram à exigência do Executivo”, afirmou o deputado.

   A subemenda foi aprovada por 291 votos a favor, 111contra e 1 abstenção.

Copa 2014: Chico Alencar critica “farra do gol" de autoridades em Zurique

O deputado Chico Alencar (PSOL/RJ), líder do partido na Câmara, critica ida de comitiva de autoridades a Zurique para o anúncio do Brasil como sede da Copa de 2014. Em pronunciamento registrado no plenário, questiona quem está custeando essa “farra do gol”. “Ou o Tesouro está bancando uma viagem para que apenas se assista à homologação de uma decisão conhecida, ou tem representante do povo sendo subsidiado pela iniciativa privada para passear na Suíça.”     Para o deputado, a Copa é um evento que fomentará o turismo, criará empregos e novas oportunidades de negócios, além de proporcionar uma grande festa aos milhões de brasileiros amantes do futebol. Mas a Copa, afirma Chico Alencar, não deve servir de biombo para a corrupção, nem pode servir como uma espécie de anistia, para livrar “dirigentes” de processos e de futuras condenações na Justiça brasileira.
    “É preciso repudiar esse preço que estão querendo cobrar pela realização da Copa do Mundo de futebol no Brasil, o da investigação das falcatruas recorrentes no mundo da bola.”

PSOL quer que Congresso também vete registros de candidatos com ficha criminal

 PSOL quer que partidos e Congresso Nacional impeçam registros de candidatos que estiverem respondendo a processos criminais e os que tenham sido condenados em primeira instância pela Justiça nas eleições de 2008. O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE/RJ) recomendou, ontem (29/10), aos juízes eleitorais o veto à candidatura de pessoas com ficha criminal, que teriam que recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral para concorrer ao pleito.

    Na Câmara dos Deputados, um Projeto de Lei Complementar (nº 203/2004), de autoria dos deputados Chico Alencar, líder do PSOL, e de Antônio Carlos Biscaia, que trata do assunto, está parado na Comissão de Constituição e Justiça desde 2004. Pela proposta, pessoas que respondam a processos judiciais e/ou que tenham sido condenadas pela Justiça Estadual, Distrital, Federal ou Militar por crimes contra a economia popular, administração pública, crimes sexuais e exploração de crianças e adolescentes, entre outros, não poderiam ser candidatos em eleições.

    Para o deputado Chico Alencar, os partidos devem negar a legenda aos pré-candidatos e a Câmara precisa votar o Projeto de Lei Complementar 203, que tramita na Casa. “A medida do TRE/RJ, mesmo que caia no TSE, ajudará o eleitor a separar o joio do trigo, identificando aqueles candidatos, que não são poucos, que buscam a imunidade parlamentar como impunidade criminal”, avalia.

Chico Alencar critica o governo do Rio de Janeiro ao lidar com estragos provocados pela chuva

A chuva que atingiu a região sudeste, na quarta-feira (24/10), causou destruição em diversas cidades e levou pânico a milhões de pessoas. No Rio de Janeiro, pelo menos uma pessoa morreu. Um deslizamento de terra fechou o Túnel Rebouças, principal via de ligação entre as zonas Sul e Norte, e o trânsito ficou parado por horas. Pessoas levaram até 5 horas para percorrer 20km. Os aeroportos fecharam durante o dia e cerca de 80% dos vôos foram cancelados no Santos Dumont. As Barcas deixaram de funcionar em diversos momentos e a Ponte Rio-Niterói chegou a registrar visibilidade nula.

    Em momentos como esse fica evidente a incompetência do poder público municipal em lidar com situações inesperadas. Para o deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ), a prefeitura é a principal responsável pelos efeitos desastrosos causados pela chuva. “O Rio de Janeiro, mais uma vez, vê-se sitiado pelas águas, vê-se interditado pela incúria do Poder Público, vê-se na contingência de depender de sua própria população, de sua cidadania ativa, para tentar funcionar”, afirmou no Plenário da Câmara dos Deputados.

    Chico afirmou que as verbas para obras de contenção de encostas vêm sendo progressivamente reduzidas. “As verbas para contenção de encostas, numa cidade com aquela topografia tão forte, têm sido reduzidas a cada quadriênio; a Prefeitura joga a culpa para outras entidades, como a CEDAE; as informações para outros órgãos não fluem com rapidez”, disse o líder do PSOL na Câmara.

    Para o parlamentar, trata-se de um descaso histórico do poder público municipal, controlado há quatro mandatos consecutivos pelo mesmo grupo político, que hoje tem à frente o prefeito César Maia (DEM). “As chuvas de ontem e de anteontem fizeram com que encostas caíssem, repetindo um episódio de 20 anos atrás, quando o Túnel Rebouças, que, simbolicamente, liga a Zona Norte à Zona Sul, ficou fechado. É o caos anunciado! Temos que lutar contra isso, cobrando responsabilidade pública”, concluiu Chico Alencar. u003cp styleu003d"margin-bottom:0cm">u003cspan>u003cem>Assessoria de imprensa Chico Alencar. Equipe Rio de Janeiro.u003c/em>u003c/span>u003c/p> u003cp styleu003d"margin-bottom:0cm">u003cbr>u003c/p>u003c/font>u003c/div> u003cdiv> u003c/div> u003cdiv alignu003d"left">u003cfont faceu003d"Arial" sizeu003d"2"> u003cdiv alignu003d"left">u003cfont faceu003d"Arial" sizeu003d"2">u003cspan>u003cstrong>Acesse o site da Liderança do PSOL na Câmara dos Deputados e saiba mais sobre a atuação dos deputados na Casa:u003c/strong>u003c/span>u003c/font>u003c/div> u003cdiv alignu003d"left">u003cfont faceu003d"Arial" sizeu003d"2">u003cspan>u003ca titleu003d"http://www.liderancapsol.org.br">u003cstrong titleu003d"http://www.liderancapsol.org.br">www.liderancapsol.org.bru003c/strong>u003c/a>u003c/span>u003c/font>u003c/div>u003c/font>u003c/div> u003cdiv alignu003d"left">u003cfont faceu003d"Arial" sizeu003d"2">u003c/font> u003c/div> u003cdiv alignu003d"left">u003cfont faceu003d"Arial" sizeu003d"2">Mariane Andradeu003c/font>u003c/div> u003cdiv alignu003d"left">u003cfont faceu003d"Arial" sizeu003d"2">Assessoria de imprensau003c/font>u003c/div> u003cdiv alignu003d"left">u003cfont faceu003d"Arial" sizeu003d"2">Liderança PSOL - Câmara dos Deputadosu003c/font>u003c/div> u003cdiv alignu003d"left">u003cfont faceu003d"Arial" sizeu003d"2">u003ca hrefu003d"http://www.liderancapsol.org.br/" targetu003d"_blank" onclicku003d"return top.js.OpenExtLink(window,event,this)">www.liderancapsol.org.bru003c/a> u003c/font>u003c/div> u003cdiv alignu003d"left">u003cfont faceu003d"Arial" sizeu003d"2">61 - 3215 9836u003c/font>u003c/div> u003cdiv alignu003d"left">u003cfont faceu003d"Arial" sizeu003d"2">61 - 8157 9979u003c/font>u003c/div> u003cdiv alignu003d"left">u003cfont faceu003d"Arial" sizeu003d"2">u003c/font> u003c/div> u003cdiv> u003c/div>u003c/div> ",0] ); //-->

Assessoria de imprensa Chico Alencar. Equipe Rio de Janeiro.

Facebook PSOL na Câmara