Deputado Edmilson Rodrigues

Edmilson Rodrigues é paraense, de Belém do Pará, professor, arquiteto, ex-prefeito de Belém e militante da luta popular pelo socialismo. É Arquiteto graduado pela Universidade Federal do Pará, com especialização em Desenvolvimento de Áreas Amazônicas e mestrado em Planejamento do Desenvolvimento, pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos. É Doutor em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo, com a tese sobre “Território e soberania: a Região Amazônica e o processo de privatização da água vista como norma estratégica do globalitarismo”. Também é professor do Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal Rural da Amazônia – UFRA.

Edmilson foi eleito prefeito de Belém por dois mandatos, de 1997 a 2000 e de 2001 a 2004. Antes, teve dois mandatos de deputado estadual, de 1987 a 1990 e de 1991 a 1994. Na época, ele era filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT). Em 2005, filiou-se ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). Em 2010, consagrou-se o deputado mais votado da história do Pará. Em 2014, foi eleito deputado federal, sendo o mais votado na cidade de Belém, e o terceiro em todo o Estado, com uma votação de 170.604.

É autor dos livros “Amazônia, Território e Soberania na Globalização – Jardim de Águas Sedento”, “Aventura Urbana: urbanização, trabalho e meio-ambiente”; “Os Desafios da Metrópole: reflexões sobre o desenvolvimento para Belém”, “Estado Nacional, Cidades e Desenvolvimento”; “Do Mito da Sustentabilidade Capitalista à Construção Social da Utopia”; e “La città, uma nuova cultura collaborativa, il potere populare”. Como co-autor, participou da elaboração dos livros “Tembé-Tenetehara: a nação resiste (Relatório final da Comissão Especial de Estudos sobre os índios Tembé Tenetehara da Reserva Indígena do Alto Rio Guamá no Pará)”; “Congresso da Cidade: construir o poder popular reinventando o futuro” (editado também em francês e italiano); “Luzes na floresta: o governo democrático popular em Belém (1997/2001)”; “Cooperação e relações internacionais”; “Reflexiones sobre la ciudad y su gestión”; “Instituições políticas no socialismo”; “Desafios do poder local: o modo petista de governar”; e “Reflexões sobre o PT e o poder local”.