PSOL APOIA ANTICANDIDATURA DE BEATRIZ VARGAS AO STF

 

Sua candidatura representa uma ação política de protesto contra um governo que mantém políticas repressivas e retrógradas.

A bancada do PSOL manifesta seu apoio à anticandidatura de Beatriz Vargas para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Criminóloga, crítica abolicionista, feminista e ativista de direitos humanos, Beatriz Vargas se posiciona contra a criminalização dos movimentos sociais e em defesa de uma sociedade justa e igualitária e, mais recentemente, pela resistência democrática contra o golpe institucional de 2016.

A anticandidatura feminista – é assim que os movimentos sociais e entidades da sociedade civil se referem – de Beatriz Vargas é o contraponto à indicação pela Presidência da República de Alexandre de Moraes – aliado do governo Temer e que não reúne os requisitos da imparcialidade, da moderação e da serenidade necessários.

Sua candidatura representa uma ação política de protesto contra um governo que mantém políticas repressivas e retrógradas, e de denúncia da insuficiente representação feminina desde a criação do STF. Por isso, a bancada do PSOL apoia o movimento de protesto que a anticandidatura de Beatriz Vargas representa. Ela detém o perfil para representar no STF a diversidade humana, cultural, socioeconômica, étnica e religiosa da sociedade brasileira e está comprometida com a concretização dos direitos sociais fundamentais inscritos no Pacto Constitucional de 1988. 

 

Bancada do PSOL na Câmara dos Deputados.

Brasília, 14 de fevereiro de 2017.